A carregar Eventos

Concerto Manel Cruz

€15

Detalhes

Data:
Outubro 9
Hora:
21:00 - 22:30
Custo:
€15
Categorias de Evento:
,

Local

Bang Venue
Praça Dr. Alberto Manuel Avelino nº1
Torres Vedras, Lisboa 2560-284 Portugal
+ Mapa do Google
Telefone:
261317911
Site:
www.bang-venue.com

Bilhetes

The numbers below include tickets for this event already in your cart. Clicking "Get Tickets" will allow you to edit any existing attendee information as well as change ticket quantities.
MANEL CRUZ
Concerto Manel Cruz
15.00 iva incluido

No dia 9 de Outubro, Manel Cruz sobe ao palco da Bang Venue para um espetáculo único e especial. 

Depois de um hiato de sete anos, ‘Vida Nova’, o novo disco de MANEL CRUZ  marcou o regresso do ex-vocalista dos Ornatos Violeta, Pluto, Foge Foge Bandido e Supernada.

“O acontecimento de tocar a solo é para mim uma coisa recente. Comecei por limitar-me a tocar as minhas canções num formato acústico e na sua vertente mais convencional, que continua para já a ser a base. Mas fui percebendo que em todos os espetáculos a interação com o público os tornava diferentes em diversos aspetos. E começou a interessar-me esta ideia de assumir aquele espaço como um lugar antes de mais de experimentação, quer ao nível musical quer da interação com outras disciplinas, e até mesmo com o público. E conferir-lhe esse caráter evolutivo na sua própria génese. Para mim é uma casa nova com vontade de ser vivida”.

MANEL CRUZ, BOLHA (solo)

Lugares muito limitados. Adquira já o seu bilhete.

A Bang Venue conta com o apoio do Programa Garantir Cultura num projeto cofinanciado pelo Portugal 2020, no âmbito do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização e com o apoio financeiro da UE/FEDER (Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional), reativando assim a sua programação artística e cultural – mais informações em: https://www.bang-venue.com/programa-garantir-cultura/.

Num tempo em que os artistas e todos os profissionais das artes e cultura, bem como os seus públicos, tiveram de se fechar no seu mundo privado e virar-se mais para dentro, continuando uns a criar e a encontrar formas alternativas de apresentar as suas obras, e outros a fruir as artes e a cultura através desses novos meios, surge uma necessidade cada vez mais urgente de voltar a sair desse casulo, vir novamente para a esfera pública do mundo real/físico e poder partilhar de forma mais próxima os vários domínios das artes.